sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Pedais Ashland by Crafter






Os pedais da Ashland (nacionais) lembram muito os MXR, com 04 borrachinhas na base que garantem uma ótima aderência a carcaça é igual a dos Boss e toda ela num metal que parece alumíno. Os ajustes pelos botões são sensíveis em todo o espectro de rotação destes, ou seja: diferentes efeitos se conseguem em cada ponto de regulagem.
São 5 os efeitos: analog chorus, analog delay, phaser, distorsion e overdrive

- Overdrive: é bem leve, pouco mais leve que o SD-1 da boss, tem os mesmo controles.

- Distorcion: é pouco mais pesado que o DS-1 da boss, já da pra tocar metal com ele numa boa, os controles tbem são os mesmos do DS-1, até os knobs de toda linha Ashland é o mesmo dessa linha da Boss.

- Phaser: Possui dois potenciômetros com knobs tipo vintage de ajuste mediante parafuso, um é para RATE (velocidade) e o outro para DEPHT (intensidade do efeito). vai desde picos agudos e muito cristalinos aos graves profundos. No pico do grave o som tende a dar uma certa saturada meio Over Drive que não atrapalha em se tratando de um Phaser mas a onda de oscilação é perfeita em toda a sua extensão criando uma volta completa e impecável.

- Analog chorus: não é tão bom quanto um boss ou landscape, dentre os mais comuns, mas tem um bom som de chorus, apenas dois controles, rate e deph.

- Analog delay: é um delay analógico, ou seja, curto, não tem como tirar longos delays de um delay analógico, tem menos de 300ms, mas é extremamente fácil de conseguir uma regulagem boa com ele e com relação aos novos pedais baratos do mercado.

Ponto Forte: Pedais com otimo preço (+ ou - R$ 130,00)
Ponto Fraco: Para inserir ou retirar a bateria é preciso desatarraxar os 04 parafusos da base do pedal.






Biblio?
http://forum.cifraclub.terra.com.br/forum/7/164674/
Agradecimentos especiais: Randy78 e Robinson

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...

Contador

Contador de visita